Algar Agro

Player de larga escala no mercado de soja desde 1978.

Player de larga escala no mercado de soja desde 1978.

Algar Agro

A Algar Agro, pertencente ao Grupo Algar, é uma companhia brasileira de capital fechado que atua no mercado de soja desde 1978. Possui uma infraestrutura física com 17 armazéns e 1 transbordo localizados estrategicamente próximos às áreas de originação de grãos e duas unidades de processamento de soja. Além da produção, do processamento e da comercialização de soja nos mercados interno e externo, tem como produtos-âncora, de fabricação própria, o óleo de soja ABC e o farelo de soja RaçaFort. O mix de produtos alimentícios voltado ao varejo também contempla azeite de oliva, extrato e molho de tomate, todos com a marca ABC.

Sustentabilidade e Inovação são diretrizes presentes na Algar Agro, prova disso é o Projeto Verticalização PET, lançado em 2015, que torna a Algar Agro autossuficiente na produção de embalagens, produzindo a garrafa PET 900ml mais leve do mundo, com emissão 25% menor de resíduos sólidos.

Localização:

No Triângulo Mineiro, a Unidade Uberlândia/MG com 406 mil m², também sede administrativa da Algar Agro, é um dos mais avançados complexos industriais do país para esmagamento, refino e envase de óleo de soja, possuindo uma capacidade de armazenar 180 mil toneladas de grãos e esmagar 1,8 mil toneladas de soja por dia. Região geograficamente privilegiada, o centro do Brasil oferece extraordinária malha viária, recursos naturais e tecnológicos e mão de obra qualificada.

Localização:

Igualmente equipada com tecnologia de ponta, a Unidade Porto Franco, localizada no estado do Maranhão, ocupando uma área de 200 mil m², possui localização favorável com convergência de modais rodoviários para ferroviários interligados ao terminal de Itaqui. Esta localização viabiliza a compra da soja produzida no MAPITOPA – região que abrange os estados de Maranhão, Piauí, Tocantins, Pará e nordeste do estado do Mato Grosso, e é considerada uma nova fronteira agrícola do país – e também o escoamento de produtos direcionados ao mercado externo. Sua capacidade atual é de 120 mil toneladas de armazenamento de grãos e 1,5 mil tonelada por dia de esmagamento.

EMPRESA

  • 1978 Comendador Alexandrino Garcia diversifica os negócios do Grupo Algar com aquisição da empresa Fujiwara, na cidade de Uberlândia/MG, que atuava no segmento de algodão, com capacidade de esmagamento de 400 t/dia.
  • 1982 Expansão da capacidade de esmagamento para 600 t/dia.
  • 1985 Substitui o esmagamento de algodão pelo esmagamento de soja.
  • 1989 Nova expansão aumenta a capacidade de esmagamento para 1,2 mil t/dia e dá início às atividades de refinação de 200 t/dia de óleo com envasamento automático.
  • 1996 Capacidade de esmague diário sobe para 1,5 mil toneladas.
  • 1999 Primeira empresa da América Latina no segmento de alimentos a obter simultaneamente as certificações de excelência em gestão ambiental (ISO 14001) e qualidade (ISO 9002).
  • 2000 Capacidade de esmagamento atinge 1,8 mil t/dia.
  • 2001 Investimentos em expansão e aprimoramento do processo de refinaria permitem ampliar produção para 400 t/dia de óleo.
  • 2006 O óleo de soja passa a ser envasado em embalagem PET, aquisição de silo na cidade de Coromandel/MG, com capacidade de armazenamento de 50 mil toneladas, e inauguração da Unidade Porto Franco/MA, com capacidade de esmagar 1,6 mil t/dia de soja e estrutura para armazenamento de 60 mil toneladas.
  • 2007 Expansões da capacidade de armazenamento no Estado do Maranhão, com os silos em Chapadinha (18 mil toneladas) e Ilha de Balsas (36 mil toneladas).
  • 2008 Para reforçar o posicionamento de “ser uma empresa nacional com atuação regionalizada”, o óleo de soja ABC passa a se chamar ABC de Minas e o mix de produtos com a marca é ampliado com o lançamento de mais quatro itens: azeite de oliva, óleo composto, extrato e molho de tomate. Aquisição de armazém em Campos Lindos/TO com capacidade de armazenamento de 50 mil toneladas.
  • 2009 Dentro da estratégia de reestruturação de todas as marcas do Grupo Algar, a então ABC Inco adota o nome de Algar Agro.
  • 2011 Ampliação das operações no Norte/Nordeste, com a inauguração da refinaria na Unidade Porto Franco/MA, com investimentos de R$ 50 milhões.
  • 2012 Devido à entrada no mercado Norte/Nordeste, a marca ABC de Minas passa a chamar ABC.
  • 2013 Substituição da matriz energética de Porto Franco de combustível fóssil para uma fonte renovável.
  • 2014 Inauguração da Caldeira de Biomassas na unidade de Porto Franco/MA. Investimento de R$ 17 milhões, com redução na ordem de 50% sobre os custos totais.

    Retrofit Unidade Uberlândia/MG. Investimento de cerca de R$ 12 milhões na troca de equipamentos e mudanças em processos do parque industrial, com aumento de produção em 20%.

  • 2015 Expansão da área de atuação de grãos. Compra de grãos nas áreas tradicionais produtoras: Mato Grosso e Rio Grande do Sul.

    Inauguração da Caldeira de Biomassas na unidade de Uberlândia/MG. Com investimento de R$ 17 milhões, a operação tem capacidade de geração de 40 t/h de vapor. 

    Ampliação do portfólio de exportação de grãos. A empresa, que até então concentrava suas vendas externas em soja, passa também a embarcar milho.

    Especializada na produção e comercialização da soja e seus derivados, a Algar Agro, expande sua área de atuação e se torna autossuficiente na produção de embalagem de óleo de soja com a instalação de uma fábrica de garrafas PET, com investimento de R$ 40 milhões. Os pilares desse projeto foram inovação e sustentabilidade e hoje a Algar Agro possuí a GARRAFA PET 900ml MAIS LEVE DO MUNDO, com 25% menos emissão de resíduos sólidos.